Free songs
Info: 912 254 063 | 223 238 289 E-mail: aptidaocompleta@outlook.pt

PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DE FORMAÇÃO 

O presente programa é dirigido a licenciados e visa proporcionar o desenvolvimento das competências chave para aceder a uma carreira na área da gestão da formação.

A certificação de entidades formadoras pela DGERT, decorrente da regulamentação que tem por base a Portaria 851/2010 de 6 de Setembro, estabeleceu a obrigatoriedade das entidades formadoras terem nos seus quadros gestores/as de formação com pelo menos 150h de formação neste domínio. Assim, estes profissionais (Gestores/as de Formação, Coordenadores/as da Formação, etc.) ou os candidatos a estas profissões, obterão com este CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO competências muito valorizadas pelos empregadores (entidades formadoras certificadas pela DGERT).

A função de Gestor da Formação é obrigatória pelo sistema de certificação de entidades formadoras da DGERT. Todas as entidades formadoras têm que ter no seu quadro um Gestor de Formação. Para exercer esta função, o candidato a Gestor de Formação tem de comprovar possuir habilitação académica nível superior, bem como experiência profissional ou formação específica em gestão e organização de formação, com duração de 150 horas.

Com grande reconhecimento no mercado de trabalho, as Formações e Pós-Graduações da Aptidãocompleta apresentam em diversas áreas uma elevada taxa de empregabilidade dos seus formandos, como resultado do esforço contínuo da Aptidãocompleta no apoio à procura de emprego. Estes dados confirmam não só o prestígio da nossa instituição como a qualidade do seu ensino.

A formação pós-graduada distingue-se da formação contínua pela sua maior duração, grau de abrangência, especificidade e pré-requisito da existência no mínimo de um título prévio de licenciatura ou bacharelato. Estes cursos não atribuem o grau académico de mestre nem de doutor.

O Certificado de Formação Profissional de Pós-Graduação é emitido sempre que os formandos atinjam uma classificação final igual ou superior a 10,00 valores. A emissão é realizada através da plataforma SIGO (Sistema de Informação e Gestão da Oferta Educativa e Formativa) coordenado pelo GEPE-Ministério da Educação e Ciência, tal como previsto na Portaria nº 474/2010, de 8 de Julho.

O certificado emitido é válido para a obtenção de créditos (ECTS), na candidatura a um Mestrado ou Doutoramento, ao abrigo do Tratado de Bolonha. Nos termos do disposto no artigo 45.º do Decreto-Lei n.º 74/2006, de 24 de Março, alterado pelo Decreto-Lei n.º 107/2008, de 25 de Junho, rectificado pela Declaração de Rectificação n.º 81/2009, de 27 de outubro, e Decreto Lei n.º 115/2013, de 7 de agosto, com republicação, tendo em vista o prosseguimento de estudos para a obtenção de grau académico (Mestrado ou Doutoramento), os estabelecimentos de ensino superior PODERÃO creditar ECTS.

O certificado emitido pode também ser considerado para efeitos de valorização da candidatura num concurso público ou privado, de acordo com o regulamento específico do concurso.

A Aptidãocompleta Formação não é um estabelecimento de Ensino Superior, pelo que, naturalmente, não nos compete a emissão de certificados ou de títulos académicos de Mestre ou Doutorado.


Programa Formativo:

Objetivo Geral Base
  • Identificar tipologias de formação nas organizações;
  • Identificar as principais finalidades da formação nas organizações;
  • Fazer diagnósticos de necessidades e de acordo com a politica de formação, a situação prévia e os recursos disponíveis, elaborar planos de formação;
Requesitos
  • Preferencialmente licenciados.
  • Interesse e motivação para a realização da ação de formação;
  • Disponibilidade;
  • Situação profissional;
  • Expetativas e necessidades de formação;
  • Relacionamento interpessoal (capacidade de comunicação e interação, tolerância, capacidade facilidade de cooperação e de trabalho em equipa, capacidade de coordenação de trabalho, …)
  • Competências pessoais e sociais adequadas à função: autonomia, assertividade, capacidade de resolução de problemas, espírito empreendedor, iniciativa, criatividade, flexibilidade, …)
  • Experiência profissional;

 

146 – Formação de professores e formadores de área tecnológica

Pós-graduação

150 horas (50 horas presenciais e 100 horas de auto-estudo/ trabalho prático)

Gestores e Coordenadores  de Formação e pessoas que por inerência das suas funções necessitem de gerir formação.

 

 

Planos de Estudo:

  • Quadro legislativo da formação profissional em Portugal
  • Relacionamento externo da entidade formadora com o meio económico e social envolvente
  • A ética da função do Gestor de Formação
  • O movimento associativo do sector e sua importância para as entidades formadoras: a ANEF
  • A Formação Profissional
  • Modalidades de formação
  • Tipologias de formação
  • Modelos de formação
  • Certificação da formação
  • Os processos de RVCC
  • Modalidades de financiamento da formação
  • Entidades formadoras
  • A certificação das entidades formadoras
  • Organização interna das entidades formadoras
  • Formadores

 

  • Tipos de formandos
  • Processos de levantamento e identificação de necessidades de formação
  • Processos de recrutamento e selecção de formandos
  • Modalidades de oferta de formação
  • Cursos
  • A formação do preço do curso
  • Elaboração do orçamento para uma acção de formação
  • Organização de uma acção de formação
  • Avaliação da formação

 


METODOLOGIAS DE AVALIAÇÃO: Considerando os trabalhos de grupo, classificações nos testes, exercícios práticos, assiduidade, pontualidade, motivação e participação, o formador irá avaliar os formandos e assinalar numa grelha de observação a avaliação correspondente a cada formando.

METODOLOGIAS DE FORMAÇÃO: A metodologia de ensino-aprendizagem passará por uma organização da formação enquanto formação mista, i.e.: formação presencial em sala, em que o formador assume o papel de facilitador das aprendizagens, e formação à distância, com o suporte de uma plataforma própria para o efeito, que garante o acesso a toda a informação do curso e um desempenho com qualidade aos intervenientes no mesmo.

Será privilegiada uma metodologia de formação focada nas necessidades específicas e nas expectativas reveladas pelos formandos, com recurso às seguintes técnicas de dinamização, sempre que sejam adequadas ao perfil do grupo: exploração de casos práticos, simulação pedagógicas de casos de interesse para as temáticas que estão a ser trabalhadas, nas quais os formandos deverão pôr em prática os conhecimentos adquiridos.

A metodologia a adotar assenta na articulação de um vasto conjunto de manuais teóricos (para estudo), como recursos pedagógicos de apoio especialmente concebidos, bem como sessões de esclarecimento em sala, simulações de ensino-aprendizagem (análise e auto avaliação de comportamentos pedagógicos).

O formador deve adotar uma atitude de mediador ao longo do decurso da ação, assumindo o papel de consultor e organizador de ideias e métodos de trabalho.

RECURSOS HUMANOS: 3 formadores com experiencia na área, certificados profissional e pedagogicamente, Coordenador pedagógico.

RECURSOS MATERIAIS: Manual do formando, cópias dos exercícios práticos

RECURSOS PEDAGÓGICOS: Manual do formando, cópias dos exercícios práticos

LOCAL E RESPECTIVOS REQUISITOS: Sala de formação com as seguintes características: Ampla, com luminosidade adequada (natural ou artificial), isolada de ruido, capacidade no mínimo para o número de formandos identificado para a ação em causa, equipada com mesas e cadeiras em bom estado e em número suficiente, quadro branco ou flip-chart e com condições para a ligação de equipamento elétrico de apoio à formação.

METODOLOGIA DE AVALIAÇÃO: Serão utilizados os métodos expositivo, demonstrativo e ativo, recorrendo à análise de casos práticos e a trabalhos individuais e/ou em grupo.

SISTEMA DE AVALIAÇÃO: O sistema de avaliação dos módulos de formação tem por referência os objetivos e os conteúdos fixados nos planos de formação.

A avaliação é feita em cada módulo e é da responsabilidade do formador ou equipa de formadores.

REGIME DE FALTAS:A participação dos formandos na formação é obrigatória, com uma percentagem mínima de 90% das sessões de cada módulo.

CRITÉRIOS DE SELEÇÃO DOS ESPAÇOS DE FORMAÇÃO:

  • Plataforma com diversas ferramentas formativas que permitem a realização de atividades sincronas e assíncronas;
  • Computador funcional equipado com placa de som, microfone, colunas de som e com ligação à Internet;
  • Sala com boa luminosidade, ventilação, temperatura e isolada de ruídos perturbadores ao bom funcionamento;
  • Espaço equipado com todos os recursos didáticos necessários;
  • Mobiliário que respeite as regras de ergonomia dos formadores e dos formandos;
  • Espaço amplo o suficiente para permitir a concretização de dinâmicas de grupo e da disposição das mesas em “U”, no sentido da facilitação da comunicação;
  • Espaço apoiado por áreas de convívio, cafetaria e restauração;
  • Local de fácil acesso;
  • Espaço cuja limpeza é assegurada diariamente

PERFIL DE SAÍDA: 

Actualmente é possível desenvolver a actividade de formador/a em diversas áreas (informática, comportamental, direito, economia, etc. etc.). Normalmente os jovens recém licenciados têm na formação uma oportunidade de conseguir entrar no mercado de trabalho, embora seja uma profissão instável na maioria dos casos

 

 

Back to Top
Especializada em formação e consultadoria, a Aptidão Completa tem como proposta trabalhar com planeamento estratégico e soluções customizadas. Com sede em Paredes e actuação em todo o país, é destaque no mercado. Atende pessoas físicas e empresas de médio e grande porte do sector da Segurança Privada entre outros. Para a Aptidão Completa, todo o cliente é único. Para cada cliente e os seus desafios temos uma resposta sob medida, trabalhada de forma integrada, e que articula pessoas, estratégia, tecnologia e serviços numa acção sinérgica, coesa. Inteligência é a base da nossa actuação, presente em todas as etapas do processo do nosso trabalho. Actuando em diversas áreas, prestamos um atendimento diferenciado ao cliente e provê todos os elementos indispensáveis à sua satisfação.